domingo, 25 de julho de 2010

Who am I?

Descobri que ninguém é o que parece. Nem somos os mesmos se estivermos em sitios diferentes. Somos, simplesmente, o que sentimos. E o que sentimos é tão volátil. Encontra-se em constante metamorfose.

Eu ainda não sei quem sou, por isso, não me perguntes o que sinto!

1 comentário: